A Copa das Copas

Estamos às vésperas da semifinal da Copa do Mundo de 2014. Amanhã se enfrentarão as seleções de Brasil e Alemanha em uma delas e Argentina e Holanda na outra. América do Sul contra Europa Ocidental, as duas maiores escolas do futebol mundial – ou deveria dizer maiores mercados? E eu não escrevia um post há 6 meses.

duke06072014Me peguei me perguntando hoje o motivo para isso. E enquanto preparava o almoço e divagava sobre outros temas a ficha caiu (viva o pensamento lateral!): eu também não sei bem o que pensar sobre esta copa do mundo no Brasil. São inegáveis e evidentes para quem quiser ver, ler ou assistir os absurdos deste evento. Superfaturamento de obras, obras inacabadas, acidentes, violência entre torcidas e tudo que você lê na internet e mal vê na tela do sua rede televisiva favorita. E ainda assim estamos nós, na maioria, na frente da TV ou nos estádios torcendo pela “nossa” seleção.

Posso falar por mim: adoro esporte. Todos eles. Em época de olimpíada fico assistindo todos os esportes: desde tiro com arco, aquela prova de ciclismo que ficam rodando 200 vezes em volta da mesma pista, até o nosso tão querido futebol. E o evento esportivo que reúne os melhores jogadores de futebol do mundo é simplesmente cativante demais para passar desapercebido. Mesmo antes da FIFA ser o gigante que é, a copa do mundo já atraía todos nós – quer dizer, os mais experientes entre nós, não sou dessa época. Então não é a FIFA, é o esporte que nos une. Com ou sem milhões de dólares e corrupção.

Ao mesmo tempo, é uma grande hipocrisia da minha parte reclamar de corrupção e desfrutar do que ela construiu. Em termos fundamentais, talvez seja o mesmo que morar em casa comprada com dinheiro desviado da saúde e educação. Honestamente não sei dizer. O que sei é que certamente ela serviu para desviar a atenção de muitos de nós sobre o que vem por aí. Junho e Julho são muito divertidos, mas o que vai fazer diferença para a nossa vida são os fatos que ocorrem nos bastidores, nas notinhas de rodapé dos jornais enquanto a copa acontece. Mas vitória nesse campo depende de uma esperança que continua definhando. Daí fica difícil torcer.

Quem entra mesmo no lugar do Neymar?

Anúncios

E você? O que pensa a respeito?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: