A Era dos Modelos de Negócios

O canvas

O canvas

O que é um modelo de negócios. Antes de continuar lendo esse post, pense um pouco a respeito. Não vale procurar no Google pois o ponto que quero tratar hoje já está em vias de se tornar a próxima grande onda do mundo dos negócios. Modelo de negócios é… o que mesmo?

Durante muito tempo esse foi um termo muito utilizado e pouco compreendido. Mais que isso, as conversas sobre negócios nem se aproximavam muito do tema para que os envolvidos não caíssem em um desconfortável jogo de adivinha, onde um fala e o outro responde fingindo que entendeu. No final, ambos se elogiavam e agradeciam os insights mas saíam sem entender muito bem o que foi conversado. O famoso blá blá blá…

Eis que existem momentos em que palavras não são suficientes para explicar uma ideia, já diria Dan Roam, autor de livros e fundador da Napkin Academy. Em alguns momentos, imagens realmente dizem mais que mil palavras. Pensando nisso, uma dupla de suíços desenvolveu uma estrutura simples para transformar os jogos de adivinha em conversas produtivas.

Durante o doutorado de Alex Osterwalder, ele e seu orientador Yves Pigneur estudaram e experimentaram extensamente com o tema dos modelos de negócios. Tão profundo tornou-se seu entendimento sobre o assunto, que eles conseguiram transformar o blá blá blá em um canvas de uma página. Ao mergulhar na complexidade do tema, eles emergiram capazes de simplificar as conversas sobre o tema. O resultado desse trabalho foi publicado no livro Business Model Generation.

Eis que o impacto do trabalho dos suíços foi tamanho que permitiu ao mundo desenvolver uma linguagem compartilhada sobre modelos de negócios. E, como já falamos aqui, essa é uma das condições fundamentais para se promover o aprendizado interativo. A partir do livro, o mundo iniciou um debate que está nos levando para a Era dos Modelos de Negócios.

Para refletir sobre isso, observe bem o Skype. Se você está lendo esse blog é porque tem acesso à internet – e provavelmente também tem uma conta no Skype. E, dependendo da sua idade, talvez você nunca tenha feito uma ligação de longa distância – o ex-famoso DDD. Por que? Porque o Skype praticamente extinguiu essa necessidade.

Compare o Skype com suas alternativas de telefonia convencional. Redes e linhas, grandes transmissores de sinal, atendimento individualizado para cada linha instalada. Tudo isso faz das empresas de telefonia convencionais uma indústria que necessita de capital intensivo e, consequentemente, oferece retorno do investimento apenas no longo prazo. E piora: é necessário gastar todo esse dinheiro ANTES de começar a receber alguma coisa em troca. Um centavo que seja!

Modelo de Negócios do Skype

Agora pense no Skype. ZERO linhas instaladas. Aliás, linhas só de código. Atendimento automatizado que resolve boa parte dos problemas dos usuários e 100% dos meus pois nunca liguei para o Skype pra resolver qualquer problema que fosse. Aliás não sei de nenhum caso de uma pessoa que ligou para o Skype para resolver algum problema com o serviço – se você conhece, conte-nos nos comentários. E o melhor, se você quiser ligar para números de telefone você precisa comprar os créditos e só usa o serviço DEPOIS de o Skype ter recebido o dinheiro.

Essas diferenças fundamentais entre uma empresa de telefonia tradicional e o Skype são diferenças no nível de modelo de negócios. E, como diz o Alex Osterwalder, um modelo de negócios melhor, quase sempre vence um produto ou serviço melhor. Prova disso? Se o Skype fica com a ligação ruim você faz o que? Desliga e liga de novo, certo? Mas usa o Skype pra fazer a nova ligação.

O aprendizado proporcionado pela construção da linguagem compartilhada permite entender e construir coletivamente modelos de negócios mais inteligentes. Outras empresas como Amazon.com, Apple, Nestlé através da marca Nespresso, Netflix dentre tantas outras já descobriram e confirmaram ao mundo que um modelo de negócios melhor quase sempre vence um produto ou serviço superior. E você? O que está esperando?

__

Esse é um post em duas partes. Em breve traremos um pouco mais sobre o canvas e como utiliza-lo para disparar o seu poder inovador.

Anúncios

E você? O que pensa a respeito?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: